Quinta, 18 Agosto 2016 19:21

Neymar é o mais caçado dos Jogos Olímpicos: uma falta a cada 18 minutos

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

“1, 2, 3, 4…20, 21, 22, 23, 24”. A contagem está se popularizando nas arenas olímpicas do Rio de Janeiro. É uma gozação ao jejum de títulos da seleção principal da Argentina, que não ergue um troféu no futebol desde a Copa América de 1993. Mas também poderia ser uma alusão ao que tem apanhado o atacante Neymar nessa Olimpíada.

O brasileiro é, disparado, o jogador que mais sofreu faltas no torneio. Foram 24, bem mais do que as 16 do meia alemão Lars Bender, rival da final do próximo sábado.

Os rivais da primeira fase até pegaram leve com Neymar, mas, coincidentemente, seu futebol cresceu e os gols apareceram à medida que as pancadas se multiplicaram. Não por acaso, seu primeiro gol na Olimpíada foi de falta, nas quartas de final contra a Colômbia, em jogo que ele foi atingido seis vezes. Um rodízio que causou revide agressivo do atacante e críticas até do próprio técnico colombiano, Carlos Restrepo.

Jogadores que mais sofreram faltas nos Jogos Olímpicos de 2016 (Foto: Arte: GloboEsporte.com)Jogadores que mais sofreram faltas nos Jogos Olímpicos de 2016 (Foto: Arte: GloboEsporte.com)

Na última quarta-feira, no baile do Brasil, 6 a 0 sobre Honduras, o capitão sofreu 10 faltas. Não fez nenhuma, o que deixou aliviada a comissão técnica em relação à assimilação do atacante diante de uma marcação mais dura.

Nos Jogos Olímpicos, é como se Neymar sofresse uma infração a cada 18 minutos. A mudança de posicionamento também colabora. Nos dois primeiros jogos, preso do lado esquerdo, ele foi facilmente anulado pelos laterais-direitos de África do Sul e Iraque.

Porém, a partir do jogo contra a Dinamarca (4x0), teve mais liberdade para circular pelo campo, recebeu a bola mais recuado e com deslocamentos para os dois flancos. Os europeus não abusaram das faltas, fizeram apenas duas, mas colombianos e hondurenhos sim. Depois desses dois últimos jogos, Neymar deixou o estádio em silêncio.

No sábado, o mais caçado e o segundo nessa estatística, Neymar e Bender, se enfrentarão na histórica final olímpica. Brasil e Alemanha jogarão no Maracanã, às 17h30, com transmissão da TV Globo, do SporTV e do GloboEsporte.com, que também vai acompanhar em Tempo Real.

Ler 213 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Curta nossa página